O Frentista II

Quem conta: anônima
Conta mais: sobre olhar e enxergar os detalhes.

Em um belo sábado fui comemorar um aniversário em uma granja. No caminho, tivemos que abastecer o carro. Desci pra comprar gelo e outras coisas e, ao voltar, fui pagar o frentista.

Caminhei até a máquina de cartão e esperei. Não estava olhando para o que estava fazendo… até que me peguei olhando pra ele e ele olhando pra mim.

Vi em seus olhos simplicidade, alegria, respeito. Olhar fundo, carinhoso, tranquilo. Tinha amor ali. Lembrei até da primeira vez que me apaixonei! Soltei um sorriso tímido, agradecida.

O dia, que não seria do meu agrado, ficou alegre em lembrar daquele olhar. Nos pequenos detalhes da vida está a felicidade que muitos precisam.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s